maio 29, 2010

A sensação do bem-estar


A cada dia percebo que nasci para servir, ajudar, arrancar um sorriso, mesmo que difíceis sejam as condições, torturante seja o dia-a-dia e árduo o trabalho em permanecer firme após os reveses da vida. Estou aprendendo a adentrar nesse mundo da saúde, embora muitas vezes esqueça um pouco da minha...

Assim é o mundo da medicina: cáustica realidade, porém repleta de surpresas e com a recompensa maior de propiciar uma sensação de bem-estar impossível de descrever, somente oferecendo mãos amigas, ouvido atento às palavras ou quando estas ainda não são construídas, aos pequenos gestos de felicidade e transbordamento de paz e confiança para com aquele que pretende ajudar, além de, aprender com as diferenças e saber que diante dos olhos há um ser humano dotado de sentimentos, emoções, angústias e uma louca vontade de viver, descobrir o mundo, alcançar o desconhecido e superar barreiras.

Qual o nosso papel?

Em poucas palavras: compreender o próximo e propiciá-lo condições plenas de saúde ampla e, se possível, restituindo o que se havia perdido.

Complicado?

Talvez, porém sigo caminhando...

Por: Hugo Otávio
Data: 29/05/2010


2 comentários:

Mente Hiperativa disse...

Que graça teria uma vida sem complicação?

Bruniele disse...

Ai que lindo!!!
gostei da foto!
Sei que foi Deus que te colocou neste lugar meu amor. Você será um lindo instrumento de Deus em todos os lugares!!
:D