novembro 10, 2010

Um erro de conduta

 (Horário da postagem: 02h18min - 11/11/2010 - pensativo...)

15 anos...
Grávida...
Na sala de parto, ouviam-se os balbucios de espanto,
Pela idade, mudança de vida, tão nova...
Ah... mora junto!
O feto... Prematuro!
(Médicos se locomovem pela sala cirúrgica, conturbados)
Vamos estourar a bolsa... (assim a trabalho de parto é auxiliado)
O líquido começa e esvair...
A dor da "futura" mãe é avassaladora,
Seus gritos ecoavam a ultrapassavam os limites das portas da sala.
E lá vem ele...
Mas, espera aí...
As pernas?
Humm... Para piorar a apresentação não é cefálica,
Ou seja,
Não vem como normalmente se vê: cabeça para fora.
São as perninhas, ultra finas que vêm vindo...
Mas, espera aí!
A indicação para a apresentação pélvica (pernas pra fora) é cesárea!
Pois é... 
Deveria ser...
Mas o que será que se passou na cabeça daquela Dra.?
Forçou-se um parto normal...
Contudo,
A placenta havia descolado previamente e também estava na saída...
E para sair tudo junto?
Não deu...
Saiu uma perninha,
Saiu a outra...
Mas a cabeça ficou presa...
(lembrando que nesse momento a falta de oxigênio é marcante, podendo lesar estruturas diversas do pequeno ser... e prematuro!)
 Empurrem a barriga da mãe!
Força, força, força!!!
Nada...
Enrolado no cordão umbilical (para piorar o caso)
A cabeça derradeira não saía...
...
(tumulto na sala de cirurgia. Por que não fizeram a cesárea? Por que não usaram o fórceps para auxiliar na saída?)
...
Meus olhos fitavam assustadoramente aquelas frágeis perninhas para fora, com a cabeça no interior, sofrendo, sem ar, em um ambiente desconhecido...
...
Força, força...
Tracionaram a cabeça do prematuro...
Depois de tanto tempo, conseguiram!
Ufa!
Ufa, nada!
Respiração artificial...
Ele está fraco, os músculos não se movem...
CPAP, oxigênio!!!
...
...
...
... 
UTI
.

Massagem cardíaca!
 Sem respostas...
Adrenalina!!!
Pouco movimento...
Os dedinhos estavam enegrecidos, as mãos azuladas...
E os meus olhos estarrecidos por ver o resultado de uma má escolha,
Errada escolha médica...

O prematuro ficou na UTI...
Estado grave...
Meu horário havia se encerrado,
Porém,
Meus pensamentos fincaram naquele pequenino,
Com vontade de viver,
Conhecer o novo mundo...
Não sei se conseguirá sobreviver,
Torço para que consiga!
...
Senti o peso da medicina,
Senti a dor de não conseguir reverter um grave quadro,
Senti-me inoperante, mesmo sendo apenas um expectador naquele momento.
Senti a angústia de como uma notícia dessas poderia ser repassada para a mãe...
Tudo isso talvez pudesse ter sido evitado...
Um erro de conduta...
E como trouxe amargura para o meu coração!

Por: Hugo Otávio

3 comentários:

Mônica Modesto disse...

Uma experiência marcante que demonstra a responsabilidade da nossa futura profissão. Uma realidade que espero ser encarada com mais responsabilidade pelos responsáveis. Todos nós somos passiveis de errar, mas quando esta em jogo uma vida, a cautela deve ser redobrada. Imagino só sua aflição lá no bloco cirurgico....

Mente Hiperativa disse...

Eu imagino VC ali naquela situaçao, deve ter ficado AGONIADO³...

Esse cordao umbilical tambem eu vou te contar, a funçao dele eh primeiramente enrolar no pescoço, em seguida nutrir o feto. SEMPRE o danado do cordao enrola no pescoço po, sempre o bebe ta laçado... que coisa.

Enfim, é a realidade medica, sem maquiagem. É uma amostra do que vamos ver pela frente, é isso e bem mais, e coisas bem piores, e melhores, é a vida.

Vamos lutar pra propagar as coisas boas e sanar as ruins. so isso nos resta fazer.

Bruniele disse...

Ai meu Deus...
Que situação...
imagino como vc deve ter ficado...
Em pensar q situações assim acontecem tds os dias em mtos lugares...
:(