abril 30, 2008

Madame Tussauds

Um pouco da historia...
Marie Grosholtz nasceu em Strasbourg, França, em 1761. Seu pai, um soldado que lutou na Guerra dos Sete Anos (Grã-Bretanha e Prússia contra Áustria, França e Rússia) faleceu dois meses antes do nascimento da filha. Durante os primeiros cinco anos de vida, Marie viveu em Berna com a sua mãe, que trabalhava como governanta na casa de Philipe Curtius, um médico com extrema habilidade em esculpir em cera partes anatômicas do corpo humano. Quando o doutor Curtius mudou-se para Paris, levou consigo Marie e sua mãe, introduzindo-as a um mundo criativa e politicamente fascinante. O médico ensinou a Marie as técnicas de modelagem em cera. E rapidamente lhe foi permitido modelar personalidades da época como François Voltaire e o americano Benjamim Franklin. A exposição do doutor Curtius era tão famosa que passou a ser financiada pela Família Real Francesa. Tão logo o talento e a habilidade de Marie tornaram-se conhecidos ela foi convidada - aos dezenove anos - a ser tutora da irmã do Rei Luis XVI.

A vida no Palácio de Versalhes era bem diferente da que levara até então e por apenas nove anos ela viveu nas dependências de Versalhes. Em 1789, o doutor Curtius chamou-a de volta a Paris. A capital era o centro caótico da sangrenta Revolução Francesa. Marie e sua mãe foram presas e compartilharam a mesma cela de Josephine de Beauhamais, que mais tarde viria a desposar Napoleão Bonaparte. Entretanto, Marie foi encarregada de preparar máscaras de cera utilizando como molde as cabeças dos prisioneiros que haviam sido guilhotinados. Entre estes figuravam Maria Antonieta, Luis XVI e Jean Paul Marat (o filósofo revolucionário morto por Charlotte Corday).

Em 1794, o doutor Curtius faleceu e deixou para Marie toda sua coleção de cera. No ano seguinte Marie casou-se com um engenheiro francês chamado François Tussaud, com quem teve uma filha (falecida prematuramente) e dois filhos. A França continuava a sofrer após a Revolução e para que a exposição de cera de Marie sobrevivesse era necessário uma decisão muito difícil. Assim, ela deixou o país e excursionou pelas Ilhas Britânicas levando seus moldes de cera e seu filho mais velho. E ela jamais veria seu marido ou a França novamente. Marie passou mais de 33 anos exibindo sua crescente coleção para uma multidão de espectadores curiosa e intrigada. Enquanto isso, seu filho mais velho, Joseph, tomava gosto pelo ofício da mãe, enquanto Francis, o mais novo, ficara em Paris cuidando da avó, após a morte de seu pai. Quando, em 1826, a senhor Grosholtz morreu, Francis viajou para a Inglaterra para juntar-se ao que restava da família Tussaud.

Marie Tussaud superou, ainda, uma vasta gama de desastres. Em 1822 o navio que carregava a exibição que excursionava pela Irlanda naufragou. Porém, a maioria das peças foi salva. Semana a semana, as figuras de Lord Byron, dos assassinos Burke e Hare, do Rei George IV, da princesa Carolina de Brunswick, de Shakespeare, e de muitos outros eram constantemente embaladas e desembaladas para serem admiradas pelo público. Nos tempos em que não havia televisão, rádio ou cinema, as figuras de Madame Tussaud eram uma sensação. As viagens terminaram em 1835 quando finalmente a coleção de Marie Tussaud se estabeleceu em Londres, próximo ao local onde hoje se encontra o Madame Tussaud's Museum.

Marie continuou seu trabalho até praticamente sua morte. Dedicou seus últimos anos à sua própria escultura em cera. Em abril de 1850, aos 89 anos, Marie Tussaud - grande mulher do século XIX - sucumbiu. Os filhos de Marie empenharam-se em expandir a exposição. Em 1884 fixaram como residência fixa da coleção Tussaud uma casa na Marylebone Road. Os bonecos de cera foram distribuídos em várias salas, sendo uma chamada Camara dos Horrores e reservada a vilões e assassinos famosos. Até mesmo a lâmina da guilhotina que havia cortado a cabeça de Maria Antonieta fazia parte da exposição.

Um novo desastre ocorreu em 1925. Desta vez um incêndio causado por uma falha elétrica tratou de derreter figuras insubstituíveis como Robespierre e Marat. Também destruiu relíquias da era napoleônica. Em 1928 o interior do museu foi reconstruído e incluiu-se um cinema e um restaurante. Porém, com a Segunda Guerra Mundial e os ataques a Londres, nem o famoso museu foi poupado. Em 8 de setembro de 1940, em um bombardeio, a estrutura do museu foi abalada. Cerca de 352 modelos de cera foram irreparavelmente danificados. O cinema foi destruído. Posteriormente, em 1958 o Madame Tussaud's abriu o London Planetarium, construído para substituir o cinema destruído pelo fogo, e novas reformas iniciaram-se a fim de se renovar a fachada. Em 1993, a última inovação foi apresentada ao público: The Spirit of London, uma exposição que leva os visitantes através da história da cidade, dos tempos de Shakespeare aos dias de hoje. Uma história da qual o próprio museu faz parte.



Muitoooooooooooooooooo legallllllllll!
Foi muito divertido esta na Madame Tussauds! Teve umas vezes que eu achava que era de verdade e quase pedia licenca para passar... uhauhauhauuhauhaa... eh que tinha uma mulher de vermelho lah que esqueci o nome e quase que falava com ela... ia esperar muito hein para ela me responder uhauhauhauhauhuha... pois eh... :P
Apesar de caro valeu a pena pois voltei ao passado com os personagens famosos como Einstein, Shakespeare, a rainha (olha ela ae).... uhauhauhauha e muitos outros... E para minha irma, o famoso Daniel Radcliff (Harry Potter) tambem estava presente nessa festa, sem esquecer o Brad Pitt e Angelina (eu tambem estou perto deles)....
Legal mesmo! Valeuuuuuuuuuuu! :)





Eu e a dupla da pesada

Eu e Will Smith

Eu e Rainha

Eu e o famoso Harry Potter - Essa eh para Sam

Alguns Videos

video

Violonistas no Mercado




video

Stratford - Danca da epoca

British Museum & Amigos

Em cima do museu (ultimo andar)



Em frente ao Museu

Bem galera, foi mal eu desaparecer mas as vezes nao da tempo mesmo de ir ateh uma LAN HOUSE para passar as fotos, ae vcs entendem neh?
Hoje foi um dia chuvoso mas mesmo assim decidi conhecer o British Museum (gratuito) mas uma maravilha de museu. Ele eh dividido em varios setores, sendo assim, voce pode conhecer um pouco da cultura egipcia, fenicia, grega, romana... tudo de uma soh vez... soh passeando e gastando perna ahuahuahuahu... :P

Ah... Nao posso deixar de mencionar que a pedra Roseta tambeh estah nesse museu... Famosaaaaaaaaaaaaa! Quase ninguem deixava eu ver de tanta foto ahahuhuahua... Um pouco da historia dela logo abaixo...

A Pedra de Roseta

Eu tirei essa foto numa dificuldade...

A Pedra de Roseta é um bloco de granito negro (muitas vezes identificado incorretamente como "basalto") que proporcionou aos investigadores um mesmo texto escrito em egípcio demótico, grego e em hieróglifos egípcios. Como o grego era uma língua bem conhecida, a pedra serviu de chave para a decifração dos hieróglifos por Jean François Champollion, em 1822 e por Thomas Young em 1823.

Foi descoberta por soldados do exército de Napoleão em 1799, enquanto conduziam um grupo de trabalho de engenheiros para o Forte Julien, próximo a Roseta, no Egito, cerca de 56 km ao leste de Alexandria.

Devido ao tratado de Capitulação, assinado em 1801, a pedra foi cedida às autoridades militares britânicas e levada para preservação no Museu Britânico em Londres.

O bloco de pedra tem estranhos glifos cunhados separados em três partes distintas. Cada parte apresenta uma espécie de escrita que em nada se assemelhava com as outras duas. Estas três formas de escrita, constatou-se depois, eram textos nas seguintes línguas:

hieróglifos

demótico

grego

Suas inscrições registram um decreto instituído em 196 a.C. sob o reinado de Ptolomeu V Epifânio, escrito em duas línguas: Egípcio Tardio e Grego. A parte da língua egípcia foi escrita em duas versões, hieróglifos e demótico, sendo esta última uma variante cursiva da escrita hieroglífica.

Cilindro de Ciro, considerado a primeira declaração de direitos humanos, ao permitir que os povos exilados na Babilónia regressassem à suas terras de origem, Ciro II, o Grande, Rei persa


Corao


Alguns amigos

Eu, Maria Helena (BR) e Melik (Turco)


Eu eu Huy Shung (minha amiga de casa - coreana)



Ah galera, aqui estah a foto do teatro Lyceum onde assisti ao Rei Leao e tambem ao mercado, perto do Covent Gardem, onde fui no domingo com muitas atracoes, tocadores... enfim, Londres sempre tem algo para fazer, voce nao tem a desculpa de ficar parado... soh se quiser, eh claro ahuahuhuahuahua...

Lyceum Museum



Diversao no meio do mercado



Eu e o pavao


Violinistas vendendo o seu cd. Show!


MAIS FOTOS!

Stonehenge

Eu e as ''pedrinhas''


Para que foram construidas?


Saida de Stonehenge


Eu e minha guia de turismo Lis (muito legal ela!)



Um pouco da historia...


Obra dos primitivos povos britânicos, Stonehenge é um exemplo clássico das civilizações megalíticas. Cientistas afirmam que Stonehenge foi construído entre os anos 2800 e 1100 a . C., em três fases separadas:

1ª Fase : (Morro Circular), que conhecemos como o círculo externo de Stonehenge e dos três círculos de buracos, cinqüenta e seis ao todo, que cercam o monumento.

As quatro "pedras de estação" que se supõe terem sido utilizadas como um Observatório Astronômico, o objetivo aparente seria observar o nascer e o por do Sol e da Lua, visando elaborar um calendário de estações do ano.


2ª Fase : que iniciou em 2100 a . C., houve a construção do duplo círculo de pedras, em posição vertical no centro do monumento, bem como da larga avenida que leva a Stonehenge e da margem externa das planícies cobertas de grama que o rodeiam.

Na Terceira e última fase, o duplo círculo de pedras foi separado e reconstruído, sendo erguidos muitos dos trílitos. Ao meditar sobre os mistérios de Stonehenge, vale lembrar que, naquela época, diferentes tribos e autoridades contribuíram para a construção de Stonehenge. Cada um pode ter tido objetivos diferentes para construir o monumento.


Os saxões chamavam ao grupo de pedras erectas "Stonehenge" ou "Hanging Stones" ( pedras suspensas), enquanto os escritores medievais se lhes referem como "Dança de Gigantes".

Novos construtores edificaram uma avenida de monólitos que ligava Stonehenge ao rio Avalon a cerca de 3,2 Km de distância. Stonehenge sobreviveu e a sua magia nunca desapareceu. Atribui-se ao mago Merlim o levantamento das pedras, enquanto que a população local acreditou por muitos anos que as pedras tinham poder curativo que, quando transferidos para a água, conseguiam curar todo o tipo de doenças.

Durante séculos, Stonehenge foi cenário de reuniões de camponeses e nos últimos 90 anos os "Druidas" modernos celebraram aqui o solstício de Verão. Durante aproximadamente 20 anos, milhares de pessoas se reuniam no local todos os meses de junho para assistirem ao festival que aí tem lugar. Mas em 1985 as autoridades proibiram tanto a vinda dos Druidas como o festival em si, receosas de que as pedras, assim como a paisagem circundante, possam ser danificadas.


Os Arqueólogos, no entanto, ainda consideram a hipótese de uma construção religiosa...
Acredita-se que Stonehenge e outros sítios megalíticos hajam sido construídos pelos antepassados dos Druidas deste milênio, por acreditarem que fossem lugares de grande força para concretizarem seus rituais...em vez de templos fechados eles reuniam-se nos círculos de pedra, como se vêem nas ruínas de Stonehenge Avebury, Silbury Hill e outros.

A datação pelo carbono-14 mostra que aquelas construções são anteriores à fase clássica do Druidismo. Isto é verdade pois foram construídos logo depois da chegada dos Atlantes. Na realidade foram construídos, e ainda existem centenas de círculos de pedra especialmente na Bretanha e na Escócia.


Do grego: mega = grande, lithós = pedra, de modo que megálitos são grandes monumentos de pedra. Eles podem representar linhas fechadas ( circulares, elípticas, ovóides, etc), alinhamentos retilíneos, ou empilhamentos como as pirâmides egípcias, chinesas e centro-americanas. Eles estão espalhados pelo mundo inteiro: Europa, China, América do Norte e Norte da África sendo os locais mais importantes.

Dentre os megálitos, os mais famosos são a Grande Pirâmide de Khufu e Stonehenge.
Tanto sobre a pirâmide de Khufu como sobre Stonehenge foram escritos milhares de livros. Isso não é por acaso. A maioria dos historiadores da Antiguidade diria que esses monumentos estão entre as maravilhas do Mundo Antigo.


Stonehenge é um megálito formado por círculos concêntricos de pedras (algumas com 45 toneladas e 5 metros de altura), construído na planície de Salisbury, na Grã Bretanha. Existe evidência arqueológica que nos permite afirmar que havia atividade humana no local há mais de 10 000 anos. Contudo, o megálito propriamente dito só foi iniciado c. 2 100 AC, tendo sido construído em três etapas, entre 2 100 AC e 1600 AC. Para ter uma idéia mais clara de seu plano arquitetônico.


Não se sabe quem construiu Stonehenge, sendo que a teoria popular de que teriam sido os druídas está hoje refutada, pois o monumento foi concluído 1 000 anos antes de os druídas tomarem o poder. Contudo, os arqueólogos notaram a quase total ausência de lixo no local e isso é indicador de que o local era solo sagrado.
Quanto aos propósitos da construção de uma obra tão difícil para os meios da época é o que passaremos a tratar.

Stonehenge (em Salisbury, sudoeste da Inglaterra) também é palco dos misteriosos Círculos Ingleses. Alguns pesquisadores passaram a tentar encontrar algumas explicações naturais para desvendar o mistério dos Círculos Ingleses, como fenómenos climáticos inusitados, casualidades meteorológicas e outras hipóteses mais complexas. Esses desenhos (círculos ingleses) costumam aparecer freqüentemente em plantações de trigo, soja, cevada e milho. E esses cereais afetados chegam a se desenvolver muito mais rápido (cerca de 40% mais rápido) no interior dos desenhos do que aqueles mais próximos das bordas.


Em quase toda a sua totalidade esses desenhos surgem durante a noite, no meio do silêncio e da escuridão nos campos de cereais e pessoas que acampam nos locais de maior incidência, na expectativa de registrar uma dessas figuras se formando acabam se frustando por passar a noite em claro sem conseguir testemunhar nenhuma luz ou som diferente e em algumas vezes acabam se surpreendendo ao ver com o clarear do dia que a poucos metros de onde estavam acampados apareceu um desenho, misteriosamente como se tivesse sido feito por algum tipo de energia invisível ao olho humano.

Existem diversos pesquisadores tentando interpretar o significado dessas figuras, alguns ligando os desenhos a símbolos matemáticos, outros associandos a sistemas astronômicos, além de compara-los a símbologia de civilizações antigas, como Persas, Druidas, Romanos, Celtas, Egípcios...
Segundo pesquisadores, esses desenhos (círculos ingleses), devido a sua complexidade, seriam impossíveis de serem feitos pelas mãos humanas. A maior quantidade dos Círculos costumam aparecer em plantações localizadas ao redor do local onde esta erguido o monumento de Stonehenge e outros sítios arqueológicos importantes como Avebury e Silbury Hill.


A maior parte dos historiadores que estudaram Stonehenge afirma que o mesmo era usado como uma calculadora de pedra, um verdadeiro computador megalítico com o objetivo de prever o nascimento do Sol e da Lua no solstício e no equinócio. Contudo, existem historiadores que não aceitam os argumentos e dados associados e apresentam outras explicações para a construção desse monumento.




E ae pessoal! Tudo beleza?

Bem, essa viagem ateh Stonehenge foi longa mais com certeza fantastica! Entender as razoes e acreditar em uma das diversas teorias para a disposicao das rochas que pesam muito eh complicado. Mas, fica a criterio de cada um escolher uma delas e ter consigo essa fantastica historia dos tempos antigos...
Fui!

abril 28, 2008

THE LION KING


Galera, ontem (domingo) assisti ao espetaculo no Lyceum Theatre sobre o THE LION KING. Muitooooooooo showwwwwwwwww! O chao se abria e varios cenarios se desfiam naquela paisagem! Realmente vale a pena investir em eventos culturais pois enriquecem a nossa alma e nos fazem bem, pelo menos para aqueles que assim como eu gostam disso neh? eheheheh...
O teatro eh dividido em varias areas e se voce quiser, pode pagar para usar o binoculo para ver de longe ahuuhahuau... Tudo aqui se paga, minha nossa!
Tava pensando em ir para o Hyde Park mas acabou chovendo e ficou meio complicado de segurar as coisas e andar ao mesmo tempo mas... acabei andando demais e cheguei em outro Park, Green Park ahuhuahuahuahua...
Sem problemas...
Ah... Fui tambem no mercado... Muito legal! Muitos eventos, caras fazendo magicas, um com uma serra eletrica fazendo malabarismos, tocadores de violinos... Vou postar as fotos mais tarde!
Bem, por hoje eh soh isso... Mas o tempo voa mesmo! To indo... Ateh a proxima!

abril 26, 2008

Oxford e Stratford


Quem foi William Shakespeare?

William Shakespeare nasceu na Inglaterra, na cidade de Stratford - Avon (eu fui ateh lah), em 1564. Era um leitor assíduo dos escritores da literatura clássica antiga, como Homero, Plutarco e Sêneca. Mudou-se para Londres, já casado com Anna Hathaway, com quem teve três filhos. Primeiramente foi ser ator, na capital inglesa. Mais tarde, já com o seu próprio grupo de teatro, passou não só a representar, como adaptar peças antigas, escrevendo comédias, dramas históricos e pastorais e tragédias.

Shakespeare é a figura mais expressiva da literatura inglesa. Foi o maior poeta e dramaturgo do Renascimento na Inglaterra.

Na vasta produção shakespereana encontram-se peças que até hoje são representadas nos palcos de todo o mundo. Como A megera domada e As alegres comadres de Windor. Dentre as tragédias que tiveram maior repercussão, citamos Romeu e Julieta, Júlio César, Antônio e Cleópatra, Coriolano, Macbeth, Otelo, Rei Lear, Ricardo III e Hamlet - que são peças profundas, cheias de impacto, com personagens marcantes.

Shakespeare nunca deixou de visitar sua terra natal. Quando voltou para casa, rico e famoso, pagou as antigas dívidas de seu pai e comprou a maior casa do local. Faleceu em 1616, nessa mesma cidade e foi enterrado na igreja em que havia sido batizado.

Por que há dúvidas sobre a autoria das peças de Shakespeare?

Sabe-se muito pouco sobre a vida desse ator e escritor inglês, considerado o maior dramaturgo de todos os tempos. Os registros se limitam a documentos de batismo, casamento, testamento, escrituras de terras, impostos e recibos -- além de referências em textos de seus contemporâneos. Para completar, ele não era creditado como autor em suas primeiras peças e, nos documentos citados, seu sobrenome aparece também com outras grafias: Shaksper, Shaxpere, Shagspere, Shakespere, Shackspeare e Shake-Speare. A autoria de suas 37 peças e 154 sonetos começou a ser questionada no século XIX por estudiosos que preferiam atribuí-la ao filósofo e político Sir Francis Bacon (1561-1626).

No século XX, surgiu outra turma, para quem o real autor seria Edward de Vere (1550-1604), Conde de Oxford -- mas algumas das mais importantes peças de William Shakespeare (1564-1616) foram escritas depois da morte de Vere. "Não existem provas de que outra pessoa teria escrito as obras shakespearianas. Esses questionamentos parecem, na verdade, ter nascido de um ponto de vista extremamente elitista, segundo o qual os textos são tão sofisticados que só poderiam ter sido escritos por um nobre e não por um homem do povo", diz John Milton, professor de literatura inglesa da USP.

Ola galera!
Visitar a casa onde morou Shakespeare foi bastante interessante! Fez parte de uma das viagens do fim de semana providas pela escola. Mas tambem fomos para Oxford, que ao meu ver, esperava mais de lah... No entanto, foi legal saber mais da historia desse grande dramaturgo que deixou vasta riqueza para todos nos amantes da literatura inglesa.
Legal nesse dia que eles comemoraram o aniversario de Shakespeare (26/04) mas segundo nossa guia, era apenas uma comemoracao anterior mas esse na verdade nao era o dia dele realmente... O povo gosta de festas mesmo...
Encontramos ate uma galera dancando... Muito legal!
Depois disso seguimos a estrada e passamos por lugares onde geralmente se filmam para cinemas e tal como Harry Potter, Dracula... (passei em frente ao Castelo do Dracula hehehe...) Divertidissimo esse dia, principalmente que encontrei uma galera legal! A garota que veio da Filipinas eh muita maluquinha ( a que se parece meia coreana ) mas muito gente boa! Aproveitei para treinar meu ingles com ela uhauhauhauhauha... E o cara (Alexandre - brasileiro) tambem eh viajante como eu, vai para Amsterdan. A outra garota (brasileira) vai para o Japao! Muitos lugares diferentes nao eh???


Casa onde morou Shakespeare



Casa onde morou Shakespeare 2


Eu com m senhor vestido a moda da epoca


Eu e meus novos amigos (brasileiros e filipinos)

Oxford, a cidade dos "Dreaming Spires", é famosa mundialmente pela sua universidade (Universidade de Oxford) e lugar na história. A universidade de Oxford é a mais antiga das universidades de língua inglesa, e é considerada uma das 5 melhores universidades do mundo.

Por mais de 800 anos, foi um lar da realeza e estudiosos, e desde o século IX oficializada cidade. Para se ter uma ideia, Tony Blair foi um dos estudantes dessa Universidade. Ela abrange mais a parte da Filosofia, Politicas... Enquanto Cambridge abrange as areas das ciencias...

A fama de cidade universitária inglesa é dividida com sua eterna rival, Cambridge.

Recentemente, um de seus "colleges", o Christchurch College, foi escolhido para servir de cenário para filmagens do filme Harry Potter.

Oxford também foi berço de livros importantes e famosos na literatura mundial, como Alice no País das Maravilhas de Lewis Carroll, O Senhor dos Anéis de J. R. R. Tolkien, e muitos outros. O pub The Eagle and The Child era até um dos lugares preferidos de Tolkien.

Oxford - 1


Oxford - 2

Bem, fico por aqui com algumas fotos de Oxford.
Ateh a proxima!

Obs.: Essa eh minha companheira que divide a casa comigo: Huy Jung (South Korea).

Mais fotos!

abril 25, 2008

National History Museum

E ae pessoal! Como estao? Nesse dia eu descobri que Jack nao faz comidas aos sabados e domingos, tambem nao quis saber o motivo mas ela disse que me pagaria o que ela recebe da escola para que eu fizesse minhas refeicoes nos fins de semana. So que eu nao sabia que tinha que pagar pelas roupas, logo o dinheiro eh descontado e eu soh recebo alguns pounds. Ah... Finalmente eu comprei meu tao esperado PUMA ehehehe... E vcs nao vao acreditar mas ele saiu mais barato do que meu cartao de metro (essa doeu a alma ahuhuahuahuaa). Aqui esta a foto dele...

Meu Puma

Lindo neh? eheheheh... Hoje apos almocar no Portugues, decidi ir para o National History Museum, encontrado aleatoriamente. Na verdade eu estava procurando o Victoria & Albert Museum mas cheguei nesse e fui logo nele. Belissimooooooooo! Soh para vcs verem, passei 3h lah dentro, andando e vendo fosseis, dinousauros, animais de todo o canto do mundo ahuahuahuahuha... Mto legal! O que eu mais gostei o T - Rex que vou colocar a foto logo, logo...

Olha ele lah atras...


Vai encarar?


Perto das esculturas


Pelo que eu escuto da galera, muitos brasileiros vem para o exterior para tentar a vida, pois mesmo comecando a trabalhar ''no pesado'', consegue-se viver bem em Londres e, se desejar, depois de algum tempo voltar para o Brazil, mas muitos nao querem isso mais aahuahuhuahuahua... Motivo? Nao sei.. Mas pelo menos a qualidade de vida aqui eh muito melhor! Os locais para almocar, na minha opiniao, nao sao bons! Nao por falta de variedade, mas sei la, nao me adaptei nao, eh tipo agua com acucar. Pelo menos minha salvacao tem sido o Portugues ahuahuahuahuhua.... ;)

Ah... Essa eh a turma da manha com a minha melhor professora logo abaixo...

Galerinha da manha (Monica, Melic, Maria Helena, eu, Paula, Shina e Luiz


Eu e Nareene


Jack me perguntou sobre meu banho... Ateh ha um tempo ela nao havia dito nada (mesmo eu sabendo que os europeus nao tomam muito banho), mas ela me questionou se eu havia tomado banho mais de uma vez no dia! ahuahuahuahuhuaa... Eu disse que sim, que era comum no Brasil e tal... Ela ficou meio atonita huahuahuahuahuah.... Nao me disse se podia continuar ou nao mas decidi adotar o estilo europeu ''1 banho ao dia e perfume todo dia'' ahuhuhauhuhuahua.... Ah, consegui ateh arrancar um belo sorriso de Jack, que dificilmente mostrava seus dentes - os britanicos sao serios mas uma hora eles cedem ehehehe... Isso aconteceu porque eu perguntei a ela se eu deveria tomar meu banho pela manha ou a noite, contudo eu pensei muito rapido e acabei fazendo a pergunta errada... eu disse:

''Jack, should I take a shower at morning or at midnight (Devo tomar meu banho pela manha ou de meia noite) ? '' - ela sorriu magnificamente uahuahuahuahuahuahua... Eu tambem! ;)
Sobre as viagens de fim de semana eu tinha varias opcoes, entao eu escolhi ir para Oxford e Sttratford mas nao para Stonehenge, pois segundo Jack nao valeria a pena por ser um pouco distante (4h para ir + 4 horas para voltar) e voce ter que voltar no mesmo dia. Estou pensando em um programacao cult para o fim de semana como assistir ao The Lion King - The award-winning musical ehehehe... vamos ver o que vai acontecer...

Nao percam o proximo episodio dessa interessante historia de Hugo em Londres...
Ateh a proxima huahuahuahuauhahhaa!


abril 24, 2008

St. James Park

Bela visao aqui. Muito lindo!
Ola galera,
Ontem eu fui para um lugar muito lindo e relaxante... Pensem! O St. James Park eh maravilhoso e lah o esquilos andam a solta, juntamente com as pombas (pidegeons). Andando por lah encontrei um cara indiano que estava alimentando os bichos e decidi me aproximar. Entao, ele perguntou se eu queria alimentar os animaizinhos e eu aceitei. Pense como eh prazeroso... Eles voam todos ate a sua mao para pegar o amedoim que a gente da e os esquilos conseguem abrir sozinhos. Show de bola!

Alimentando os esquilos


Aqui esta a foto do indiano e logo abaixo a minha...

O indiano me ensinando como chamar os pidegeons



Olha eu aqui tentando... era cada bicada!



Esses bichinhos sao demais mesmo!


Lembram do Patinho Feio? Ele depois se transformou num belo cisne



Saindo do Park


Logo apois isso eu passei pela Westiminster Abbey, tipo uma igrejona com capelas e coisas a ouro. Muito linda tambem e tem um jardim bem atras das Houses of Parliament, que foi um dos locais mais chics que jah entrei. Realmente eh muito dinheiro investido! Eu nao sabia mas voce pode entrar em algumas partes como visitante. Pensei que o acesso era restrito mas... Que beleza! E vcs nao sabem da maior! Assim que entramos estava ocorrendo uma discussao (tipo um tribunal com um cara com peruca branca hehehehe...), outro cara falando sobre o crime em Londres e uma mulher perguntando... era um barulho ahuahuahuhuaa...mas era legal! Tentei ficar um pouco lah e depois fui embora. Nao pude tirar foto de dentro da discussao mas aqui estao algumas fotos dentro das Houses of Parliment, pertissimo do Big Ben hehehehe...

Dentro dos corredores da Westminster Abbey



Belo jardim de costas com as Houses of Parliament






Na verdade o que eu acho legal eh desviar das pessoas quando se chega ate a estacao de metro. Pensem numa quantidade terrivel de gente! Se voce nao tomar cuidado pode ate ser atropelado por elas! ahuahuahuahuahuaa...
Eh mesmo! Uma vez quase que eu fui porque se voce tenta ir transversalmente para o outro lado, fica meio dificil ahuahuhuahuaa...

Um outro fato eh sobre o clima... Ele muda constantemente! Quando vc sai de casa pode esta nublado e tal e daqui a poucos minutos faz um solzao ahuhuahuahuahua... O legal eh que os ingleses se vestem elegantemente porque por mais sol que faca voce sempre deve levar o seu casaquinho... nunca se sabe quando se vai cair uma tonelada de agua sobre voce... E jah aconteceu comigo ahuhuahuaahua... quando estava indo para o London Eye... Ae eu decidi ir um outro dia...

Nesse mesmo dia eu tambem fui ate o pub chamado The Speakers. Esse pub eh destinado a reunir a galera de diversas nacionalidades a fim de conversar sobre qualquer assunto. Sentei e apenas pedi uma coca huahuahuahuahua... e por sinal cara (um copo pequeno por £1,20 - me arrependi, mas jah era tarde demais!). Na verdade, tinhamos marcado para nos encontrar por la mas o pessoal nao foi, eu acho.... esperei uns 15min e nada! Quando chega um cara para conversar comigo mas tava meio cansado, entao fui direto para o St. James Park.

abril 22, 2008

Almoco com a galera

Bem, eu fiquei escalado num nivel acima do intermediario e antes do avancado, o que eu realmente queria. Chama-se Upper Intermidiate Level, tendo aulas todos os dias pela manha e, somente nas segundas e tercas a tarde. Minha turma nao eh muito grande mas ha muitos brasileiros, algo que nao gostei pois me sinto mais a vontade com os britanicos para aprimorar meu ingles, o que eh de fato meu objetivo. Mas nao posso deixar de me comunicar com meus conterraneos nao eh? Muitos tao viajantes ou mais do que eu! Ateh encontrei uma garota do Recife!!!! Nossa! The world is not enough! hehehehe...


Decidimos almocar juntos num restaurante portugues, nossa salvacao pois nao gosto muito das comidas britanicas, sei la o motivo mas nessas horas da saudades do nosso pais, nossa cultura e nossa origem. Bem, uma tradicional Lasanha caiu muito bem! Aqui esta uma foto da situacao...


Almoco no restaurante portugues com uma venezuelana (lado esquerdo - Patricia) e o resto from Brazil


Hoje tivemos um professor substituto chamado Joe. Nao gostei dele nao. Ele nao explica bem as coisas... Talvez va sair pois a cada semana nos receberemos um questionario para avaliar e vamos botar pra quebrar com ele ahuhuahuahuauha...
Minhas outras duas professoras sao otimas!
Uma nasceu na India e chama-se Shireen (vou colocar uma foto dela logo abaixo) e a outra Nireen (nenhum parentesco, eu acho!).
Eu esperava nao encontrar mais brasileiros do que outras nacionalidades no London Center Eurocenters mas... eh a vida... voce nao esta sozinho nem em Londres! auhahuhuahuahua...
Ainda tenho muito que conhecer mas o que posso dizer eh que por aqui as pessoas sao bastante informadas, recebem jornais gratuitamente e podem pega-los (nao como no Brasil que precisamos pagar por isso). No entanto, vale a pena parar para analisar o quanto a moeda tem forca por aqui! A cada dia me surpreendo! Mas essa eh outra questao...

Juliana (Brazil), Il Muk (Korea), eu, Shireen (my afternoon teacher) e Maria Helena (Brazil)



Juliana (Brazil), Daenhyun (South Korea), Il Muk (Korea), Shireen (my afternoon teacher)

Ah, uma coisa que tem demais aqui eh uma grande mistura de culturas, principalmente uma boa quantidade de coreanos (que alias, nao consigo ver uma diferenca neles, sao todos iguais! auhahuahuuah), sem falar nos brasileiros que ja disse anteriormente, que procuram evoluir no ingles para diferentes situacoes, seja comercio (business english), IELTS (exames), general (like me), e outras finalidades.

Em geral os britanicos sao meio fechados mas o que tem ajudado a mudar essa situacao eu acho que sejam os imigrants que chegam por aqui. Cada um traz consigo algo da sua cultura, seu mundo e juntos formam a grande e maravilhosa London!

E onde moro tomo banho de banheira... horrivel!!!!!!! Pense num negocio ruim ahuuhauhauha! E quando sai dah um frio que soh ahuhuahuauha... E para beber agua eh da torneira mesmo. Segundo Mrs. Jack eh muito saudavel e potavel... Como se diz o ditado: Entrou na danca, tem que dancar! Se eles nao morreram ateh hoje, eu bebendo dessa agua nao morrerei tambem, espero... ahuauhuhauha...

Por hoje eh soh...

Mais novidades estao por vir, com certeza!
Grande abraco para voces!

Hugo Otavio

abril 21, 2008

Alguns lugares legais...

OBS.:
1- PARA AUMENTAR CLIQUEM NAS FOTOS
2 - AQUI SAO +4 EM RELACAO AO BRASIL (HORARIO DE VERAO)



Casa onde moro (Mrs Jack's house)

London Eye - Maior roda gigante do mundo


Dentro do London Eye - 1

Dentro do London Eye - 2


Alguns lugares que realmente marcam a historia de Londres. Ainda ha muito o que ver... Acho melhor comecar logo para ver o quanto eu consigo ver por aqui... Muita historia, muita cultura, muita gente branquela huahuauhauhuha... Muitos coreanos... Alias, moro com Jack e Huy Jung (South Korea). Conversamos pouco mas eu consigo entender o que ela diz. Fomos juntos para o meu primeiro dia de aula no London Center Eurocenter.


Houses of Parliament


O famoso Big Ben - Na verdade nao eh a torre em si mas o sino dentro dela.




Vai encarar, vai?


Dentro do London Eye - 3



Olhem atras de mim... hehehe...