agosto 31, 2010

O clamor de um pai


"Nada é tão forte como se aperceber da dor de um pai que pouco pode fazer mediante um quadro de doença de seu filho, visto que todas as medidas cabíveis já foram tomadas. Resta, tão somente, confiar nas mãos de homens de branco, ditos detentores do conhecimento da vida, a árdua tarefa de trazer de volta aquilo que desvinculou-se do equilíbrio corporal.
Ao pai, coube o balbucio e o clamor ao Deus que tudo ouve, tudo vê e tudo pode."



Por: Hugo Otávio
Data: 29/08/2010

2 comentários:

Mente Hiperativa disse...

"Resta, tão somente, confiar nas mãos de homens de branco, ditos detentores do conhecimento da vida"

Sem maiores comentários... rsrss

Bruniele disse...

Mas graças a Deus temos a confiança no Sr Jesus! Sabemos que Ele, nosso PAI, dono do universo trabalha e peleja por nós!