agosto 26, 2010

Pais x Filhos


É marcante a influência dos pais sobre os filhos. Isso, todos nós sabemos. É inegável o quanto os filhos se espelham, inconscientemente ou não, na figura de seus pais. Parei para observar as minhas próprias atitudes e percebi o quanto fui moldado ao longo dos tempos. Nem sempre a realidade é descrita como podemos observar na foto ao lado. Falo isso por mim. Acredito que muito de minha ansiedade e estresse "vieram" como resultado da convivência com meus pais, seja porque cresci tão próximo a eles, assim como o excesso de cuidados propiciaram a insegurança de hoje. Só fazendo uma profunda análise para esmiuçar cada detalhe da construção da personalidade. Porém, sem pensar demais, refletimos bastante os traços de nossos parentais, transmitindo o legado de uma história ao longo do tempo. Por isso, é interessante verificarmos o quanto de bagagem temos carregado positiva ou negativamente conosco durante nossa existência. Atentar a forma de agir, pensar, falar e/ou conviver com os demais seres vivos é uma forma de elaborar o perfil da personalidade, possibilitando que, na medida do possível, os erros possam ser consertados, ou seja, evoluamos! Somos dinâmicos e passíveis a mudanças. Para quê então prosseguirmos com algo pertubador da entropia da convivência humana? Deixe-a seguir seu destino. Tome as rédeas da vida e reflita o que de melhor há em você!

Por: Hugo Otávio
Data: 26/08/2010

2 comentários:

Mente Hiperativa disse...

Os pais servem de primeira referência no mundo, positiva ou negativa, pra gente negar ou afirmar valores e atitudes. Eles são nossa microsociedade, nosso primeiro ensaio pra viver nesse mundo.

Bruniele disse...

Com toda a certeza nós podemos mudar!
Não existem determinismos! As barreiras da mudança somos nós mesmos que criamos... Mudar é algo que a gente faz todos os dias, as vzs sem mesmo perceber...Que bom neh? Hoje não somos iguais a ontem, nem mesmo amanhã... Basta se esforçar para que aconteçam mudanças positivas!