agosto 31, 2010

Um tesouro no sofrimento


O sofrimento é inerente a todo e qualquer indivíduo, ou seja, faz parte da vida, cabendo a cada um saber como lidar com tal entidade. Em sua grande maioria, a humanidade tem ojeriza pelo sofrimento. Diria, com firmeza e englobando uma boa parcela da população: ninguém quer sofrer!

O sofrimento vem rechaçado de amargura, dor, tristeza, desilusão, dentre outros requisitos que repelem-no do hall das predileções. Porém, testifico o que venho aprendendo ao longo dessa caminhada pela vida: é preciso saber sofrer! Mas, como assim? É claro que repudio o sofrimento, sempre que posso, contudo, aprendi que sem ele perdemos a chance de crescer um pouco mais, de ampliar a nossa visão, de nos achegarmos a Deus e nos humilharmos perante Ele, declarando que somos pó, nada podemos.

São em horas assim, de sofrimento e dor, que buscamos auxílio por nossa pequenez e constatamos o quanto dependemos de Deus para prosseguir. Além disso, nesses momentos, refletimos bem mais sobre o valor da vida, como também das pessoas que nos cercam.

Por isso, é preciso saber viver e saber sofrer! Usar o sofrimento como lição de vida torna-nos mais vigorosos e com uma base mais sólida para suportarmos as adversidades que nos sobrevêm.

Portanto, faça da dor um trampolim para em breve alcançar os seus propósitos os quais tanto almeja! E nunca se esqueça de que você terá em sua vida aquilo que pode suportar!

Por: Hugo Otávio
Data: 29/08/2010

3 comentários:

Mente Hiperativa disse...

Sofrer amadurece, e faz crescer.

Lorrane disse...

Muito bom, Hugo ! Tem relação com uma parte do livro A Assinatura de Jesus, de Brennan Manning, falando sobre a noite escura (em breve no SpaçAberto) !


_Lorrane

Bruniele disse...

A dor e o sofrimento só será benéfico se nós tranformarmos tudo em um motivo ainda maior para continuar a sonhar!