maio 07, 2010

Simplicidade



Cada semana, uma novidade.

A última, foi que pizza previne câncer do esôfago.

Acho a maior graça.

Tomate previne isso, cebola previne aquilo, chocolate faz bem, chocolate faz mal, um cálice diário de vinho não tem problema, qualquer gole de álcool é nocivo, tome água em abundância, mas, peraí , não exagere…

Diante desta profusão de descobertas, acho mais seguro não mudar de hábitos.

Sei direitinho o que faz bem e o que faz mal prá minha saúde.

Prazer faz muito bem.

Dormir me deixa 0 km.

Ler um bom livro, faz-me sentir novo em folha.

Viajar me deixa tenso antes de embarcar, mas, depois, rejuvenesço uns cinco anos ! Viagens aéreas não me incham as pernas;

incham-me o cérebro, volto cheio de idéias !

Brigar me provoca arritmia cardíaca.

Ver pessoas tendo acessos de estupidez me embrulha o estômago !

Testemunhar gente jogando lata de cerveja pela janela do carro me faz perder toda a fé no ser humano…

E telejornais…

Os médicos deveriam proibir…

Como doem !

Caminhar faz bem, namorar faz bem, dançar faz bem, ficar em silêncio quando uma discussão está pegando fogo faz muito bem: você exercita o autocontrole e ainda acorda no outro dia sem se sentir arrependido de nada.

Acordar de manhã, arrependido do que disse ou do que fez ontem à noite, isso sim,é prejudicial à saúde.

E passar o resto do dia sem coragem para pedir desculpas, pior ainda.

Não pedir perdão pelas nossas mancadas, dá câncer, guardar mágoas, ser pessimista, preconceituoso ou falso moralista, não há tomate ou muzzarela que previna !

Ir ao cinema, conseguir um lugar central nas fileiras do fundo, não ter ninguém atrapalhando sua visão, nenhum celular tocando e o filme ser espetacular, uau !

Cinema é melhor prá saúde do que pipoca.

Conversa é melhor do que piada.

Exercício é melhor do que cirurgia.

Humor é melhor do que rancor.

Amigos são melhores do que gente influente.

Economia é melhor do que dívida.

Pergunta é melhor do que dúvida.

Sonhar é o melhor de tudo e muito melhor do que nada !


Luís Fernando Veríssimo


Como perdemos a noção da simplicidade da vida, não é?

Complicamos mais do que descomplicamos,

Perdemos muito mais por termos medo de ganhar,

Desistimos, ao invés de simplismente arriscar-se!

Viver... sem receios do que os outros possam pensar.

É ser livre, livre para escolher o que me faz bem,

É me afastar do que me traz toxicidade...

Pra alma... pra harmonia do meu ser...

Viver... é ter em mente que gratuito é o privilégio de fazer parte desse continente,

Respirar e pulsar o sangue quente,

Viver...

Tão simples assim!


Hugo Otávio

Um comentário:

Bruniele disse...

que lindoooo...
perfeito