outubro 19, 2010

Ser médico



médico.jpg
SER MÉDICO

Ser Médico...
aliviar sofrimentos
penetrar fundo nos tormentos
da humanidade
Ser Médico...
dar de si profundamente
sentir a dor do doente
compreender a sua sorte
é se doar por inteiro
é romper o nevoeiro
que separa vida e morte
Ser Médico...
uma vida a dar vidas
a mão que cura feridas
a palavra que conforta
o olhar compadecido
ele é sempre o amigo
que ao bater lhe abre a porta
Ser Médico...
é infundir confiança
ao velho, ao jovem, à criança
é ser de Deus o instrumento
dando alívio à dor alheia
tecer fibra a fibra uma teia
seguindo o seu juramento
Ser Médico...
é ter na mão a leveza
agir com delicadeza
é ver em cada criatura
o pai, a mãe, o filho, o parente
para que seu trabalho apresente
o dom verdadeiro da cura
Ser Médico...
é empreender com carinho
conhecer e traçar seu caminho
sem jamais pensar no tédio
comprimidos não resolvem
nem diplomas se devolvem...
é uma paixão sem remédio!!!



Poesia de autoria da Drª. Murita L. da Cruz Rios Sampaio,
em homenagem ao dia do médico - 18 de outubro.

Um comentário:

Bruniele disse...

Esse texto é lindo neh?
Gostei mto msm qndo eu li