abril 02, 2010

Mensagem de Páscoa


Por Leonardo Gonçalves

A palavra portuguesa “páscoa” é usada para designar a festa dos judeus que, no hebraico, recebe o nome de pesach (passar por sobre). Esse nome surgiu em face da narrativa bíblica em que o anjo da morte, ou o anjo destruidor, “passou por sobre” as casas assinaladas com o sangue do cordeiro pascal, atacacando ferozmente as casas dos egípcios e matando a todos os primogênitos de entre eles (Ex 12.21ss). Essa mortandade convenceu faraó de permitir que Israel deixasse o Egito, após 400 anos de servidão naquele país. Por tudo isso, é correto afirmar que a palavra páscoa – desde tempos mais remotos – tem o sentido de libertação e expiação. O sangue do cordeiro teria um papel expiatório, e o êxodo seria a concretização dessa libertação.

A festa da páscoa é o mais importante dos memoriais do Antigo Testamento, sendo o início de uma série de acontecimentos sem precedentes, que culminaram na entrada do povo na Terra Prometida. No entanto, passados mais de 1500 anos daquela primeira celebração, um outro evento importante teve seu lugar na história. Deus visitou os homens, vestido de carne e tal como o cordeiro na noite de páscoa, verteu seu sangue para que nós pudessemos ser livres do Destruidor. A morte de Cristo, o verdadeiro Cordeiro de Deus, veio a significar uma expiação perfeita e uma libertação muito mais ampla, razão pela qual o apóstolo Paulo refere-se a Cristo como a nossa páscoa (1Co 5.7).

No mundo ocidental, vimos o conceito da páscoa evoluir rapidamente, de modo que ela passou de uma celebração religiosa para uma data meramente comercial. Aproveita-se a época para vender ovos de chocolate, e promociona-se a figura do coelho, e não do cordeiro, e assim, a páscoa vai perdendo seu sentido, seu significado e identidade.

Libertação e expiação: Estes são os verdadeiros símbolos da Páscoa. Foi isso que Moisés significou para Israel; é isso o que Jesus significa para nós. Deus em Cristo nos libertou! Já passei da morte para a vida! Isso é páscoa. O reconhecimento de que já não devemos estar debaixo de um jugo de escravo é o melhor modo de celebrá-la. Aliás, a páscoa cristã não precisa ser apenas uma celebração anual, ela deve ser vivida a cada dia.

Caro amigo, neste domingo de páscoa coma bastante chocolate, dê um lindo passeio com a família. Tudo isso é muito bacana! Mas não se esqueça que páscoa é muito mais que um ovo de chocolate e um passeio: É Cristo Jesus reinando em nossos corações, declarando-nos livres do poder do pecado através do seu sangue.

****


Que possamos, de fato, vivermos a mensagem da Páscoa, não esquecendo do seu real valor, significado e importância.
Abraços para todos!

Hugo Otávio

Um comentário:

Bruniele disse...

"Não há maior amor que este! Dar a asua própria vida pelos seus amigos"
Tudo foi por mim e por você!