junho 17, 2010

A vida é breve


Soube de um triste falecimento de um dos professores da Universidade da qual faço parte. Lamentável. Semana passada estava ótimo e, quando menos esperamos, eis a notícia.

Retiro mais uma vez uma reflexão sobre a brevidade da vida. Como somos pequenos, frágeis, pequenos a tal ponto que não temos conhecimento de quando partiremos para a vida eterna.

Por isso, aproveite cada segundo, como se fosse único pois de fato ele é. Cultive bons amigos, valorizando-os na medida do possível pois amanhã poderá ser tarde e, você poderá não ter mais tanto tempo quanto imagina.

CARPE DIEM!

Por: Hugo Otávio
Data: 18/06/2010

3 comentários:

Bruniele disse...

Isso msm!!
Não somos donos do tempo, nem da nossa vida...mas temos a nossa existência em nossas mãos para fazê-la valer a pena!!

Mente Hiperativa disse...

"C'est la vie"... Conheço tantos que já passaram por poucas e boas, tiveram inúmeras doenças, passaram por muitas cirurgias e operações mas aqui ainda estão, de pé, sem uma saúde forte, mas permanecem aqui.

Conheço também alguns de saúde invejável que, por motivo torpe ou morte súbita, se foram rapidamente.

E quem vai me convencer de que dominamos a vida?

Quem vai me convencer de que há alguém que vai morrer cedo e outro que vai morrer tarde?

O futuro a Deus pertence, só ele sabe a hora de cada um, como diz meu avô, pra morrer basta estar vivo, mas pra viver, ah, pra viver é preciso coragem!

Mente Hiperativa disse...

A vida é breve pra quem começa a viver tarde!!!!