setembro 17, 2010

Eleição, e então?


Lembro-me bem quando estudávamos a História do Brasil. Como foi difícil conquistar o direito de voto. Não apenas para as mulheres, porém, de uma maneira geral, muitas vidas foram sacrificadas, traídas, massacradas para que hoje pudéssemos "desfrutar" desse avanço. Mas, será que temos utilizado o voto de maneira consciente e coerente? Acredito que não. Estamos desesperançosos com a política vigente. Isso por conta de tantas falcatruas que têm se estabelecido na Casa Nacional. Fazer o quê... O quê? Podemos fazer muito! Apesar do comodismo de que nada vai mudar, podemos começar votando, não em branco, mas em pessoas que sejam mais transparentes e menos corruptas. Sei o que você está pensando... "Tá difícil...". Concordo que possa até não ser fácil, entretanto ficar de braços cruzados ou deixar que as pessoas decidam por você é pôr no lixo o direito que um dia foi suado para ser firmado.

Portanto, busquemos conhecer os nosso futuros governantes e votar adequadamente.

Eles serão os dirigentes dessa sociedade voraz. Faça sua parte!

Por: Hugo Otávio
Data: 17/09/2010

3 comentários:

Bruniele disse...

Espero que subam ao poder pessoas que possam ter o temor de Deus, que sintam o desejo de nos ajudar, de melhorar nosso Brasil e não os próprios bolsos...

Mônica Modesto disse...

Isso também tem me inquietao bastante!!!!!

Mente Hiperativa disse...

Ultimamente eu tenho achado que a política parece com o amor... A gente sempre acha que pode mudar, que DESSA VEZ vai ser diferente, mas no final a gente sempre acaba desiludido, desapontado. Num parece?