março 08, 2010

Desgarrada ingratidão!

Como somos imerecidos de tantas coisas!
Nascemos, desfrutamos de nossa respiração para por nossa engrenagem em funcionamento biológico, da mesma forma que um trem necessita a chama para turbinar o seu aparato férreo.

Temos uma família, "boa ou não", adequada ou não; crescemos, estudamos, criamos novas famílias, envelhecemos e, por fim, morremos.

Durante esse trajeto, pouco somos agradecidos pelo dom de viver. Vivemos e pronto!

O homem em sua essência é mau e, porque não acrescentar, ingrato!

Pode perceber como raramente agradecemos - de verdade - ou só agradecemos quando tudo vai bem, ao nosso favor.

É preciso tomarmos vergonha na cara (isso mesmo que você leu!) e agradecer mais pelo que ocorreu e ocorre na nossa existência. Momentos bons ou ruins corroboram para o nosso bem, mesmo que de imediato não enxerguemos.

Seja grato às pessoas, não apenas para manter-se 'educado'. É terrível ouvir alguém se negar a agradecer uma pessoa por estar pagando pelo serviço prestado. "Ah, tô pagando mesmo... é sua obrigação fazer isso...". Se você for dessa índole, tenha vergonha! Saiba que ninguém está obrigado a atender os seus caprichos! Seja educado e agradeça o serviço prestado, com verdade. Fazendo assim, perceberá o quanto dará sabor ao seu dia, assim como a do seu próximo!

Nunca se esqueça de, acima de tudo, ter um coração grato a Deus por ter te dado o dom de viver, te colocado nesse mundo, não à toa, porém com o propósito de fazer diferença, tendo te confiado o cuidado de tantas pessoas.

Seja agradecido, pois mesmo que as circunstâncias neguem ou disvirtuem-se desse caminho, você se tornará ainda mais forte para ser um vitorioso.

E sorria, pois não há choro que dure a noite inteira.

O sol ainda brilhará...

Por: Hugo Otávio
Data: 28/02/2010

2 comentários:

Monica Modesto disse...

Huguinho....que aula foi aquela de Neuro...huehuehue... fiquei perdida!!!! De volta aos nossos traumas do M1...kkkk...

Bjssss

Bruniele disse...

Sou grata pela vida, pelas lágrimas, pelo dia que acaba e pelo que se inicia!Agradeço pelo sonho que sobreviveu ao temporal, pelo AMOR que jamais acaba!