março 20, 2010

O reflexo do eu


Nossa vida é recheada de altos e baixos, provando que somos seres dinâmicos e mutáveis, dotados de uma capacidade de remodelação e de upgrade constantes. Precisamos, assim como as águias, de tempos em tempos, renovarmos nossas forças e ânimos pois à medida que caminhamos, os ventos colabam sobre a nossa estrutura não apenas física, como também emocional e espiritual. Incertezas desabrocham e insistem em nos amedrontar, confrontando nossa realidade com o que um dia sonhamos em alcançar.

Dessa forma, atitudes como distanciamento da multidão e isolamento contribuem para um encontro com o próprio eu, assim com o auto-reflexo ao mirar para as águas de um calmo lago, desvendando e delineando os traços, imperfeitos e cáusticos do tempo...

Sendo assim, mergulhamos no mais profundo do nosso ser, procurando encontrar respostas e saídas para esse labirinto interior.

Até chegar lá, dificuldades sempre existirão. Quem disse que elas se extinguiriam? Sem elas não teríamos os tijolos do nosso edifício chamado VIDA.

Obstáculos à frente?
Saltarei até encontrar o meu lugar...
Se eu esmorecer pelo caminho, entristecer ou cair, lembrarei que haverá uma segunda chance...
Agora, é hora de avançar!


Por: Hugo Otávio
Data: 20/03/2010

Um comentário:

Bruniele disse...

Avnaçar!!!Sempre..e como é difícil as vezes..é preciso coragem porque avaçar é ir sem pensar no que foi deixado!