fevereiro 19, 2010

Santa paciência...

Tive a oportunidade de assistir ao programa chamdo SOLITÁRIOS, do começo ao fim. Confesso que fiquei entusiasmado com o objetivo de conquistar 50 mil reais em barras de ouro através de certas provas estimulantes da paciência e resistência humana. Tenho certeza que, se eu participasse desse programa seria o primeiro a desistir dele. Sinceramente, sou um indivíduo meio impaciente e não suportaria certas provas, como a de ficar dentro de uma caixa escura por 3h seguidas. De jeito nenhum! Admiro quem participa e tiro algumas lições para a vida desses acontecimentos.
O ser humano não foi criado para ficar aprisionado! Pelo contrário, a liberdade é algo inerente ao homem, seja física, mental ou quaisquer formas que o faça expressar o mais profundo dos sentimentos. É certo que, estar confinado naquela pequena sala é algo voluntário, mas o maior anseio dos participantes do jogo, apesar de ser o vencedor e desfrutar do prêmio, é ter a liberdade concretizada.
É fato que, em muitos momentos de nossas vidas, estar sozinho, reservado por instantes com os próprios pensamentos consiste em algo importante pois são oportunidades assim as quais nos moldam, fazendo-nos refletir acerca do mundo e de nós mesmos!
Porém, a extrapolação dos limites da solidão, ou seja, tornar-se "solitário" por longos tempos pode comprometer demais o convívio social, além do bem-estar do ser humano. Portanto, não se isole demasiadamente! A liberdade de viver é uma dádiva edificante e essencial para todos nós!

Por: Hugo Otávio
Data: 19/02/2010

Um comentário:

Bruniele disse...

Hum...Não gostei muito desse programa!Achei tudo isso uma verdadeira forma de transformar as pessoas em "cobaias" humanos para experimentos e observação do comportamento. As pessoas são submetidas a essas torturas, afim de conhecer os seus limites e atitudes, e tudo isso motivado pelo motor que move o nosso mundo: o DINHEIRO!:P