janeiro 16, 2010

Para além das nuvens...

Quem já experimentou viajar pelos céus  sabe que além da elevada altitude (tantos pés, mencionado pelo comandante), é perceptível uma falsa lentidão para quem está no interior da aeronave. Apesar de veloz (aproximadamente 800Km/h), a física tinha razão em abordar a velocidade relativa, pois a depender do referencial, o avião e você parecem estar parados. 

Pois bem... Foi nesse cruzamento de nuvens que parecem algodão doce que refleti o quanto estamos "voando" nesses dias. Pode até parecer que não mas estamos vivenciando uma realidade de curto tempo e de velozes informações. Como temos lidado com esse novo tempo? 

Aproveitando-o efetivamente? Ou estamos vivendo na era do consumismo exacerbado, carpe diem deliberado, sem escrúpulos e moderação?  Qual será o nosso legado para as futuras gerações? Apenas recheá-las de modernidade, internet ultra-rápida e bate-papos virtuais?


Se assim for caro amigo(a), estaremos comprometendo e prejudicando ainda mais o que já existe. O resgate aos valores humanos e sentimentos simples fazem necessários... e já! Negligenciar e ocupar nossas crianças de hoje com aparelhagem virtual, isentando-as de amor, carinho, presença e um bom dialogo oral, longe do mundinho virtual é alastrar o vazio do mais belo no ser humano: comunicação e convívio social... E, pasmem, hoje em fase de extinção...
As pessoas andam ocupadas demais para isso... Estão, como no avião da história, voando em altíssimas velocidades... E quando se dão conta... é tarde demais!


Data: 16/01/2010
Hugo Otávio

2 comentários:

Bruniele disse...

Hum...
é verdade...
A vida é breve, apesar de mtos a considerarem enfadonha...
Qndo menos percebermos, jé xegou o fim...
É preciso fazer td valer a pena!!
hum...vc bem pertinhu das nuvens...ehehhe...
bjus anjinho

Mônica Modesto disse...

Ihhhh perto das nuvens eh??? Esse meu amigo só vive viajando pelas nuvens,....heuhuehueh... Eu tive essa mesma sensação de que o tempo la em cima não passa, e relamente pelo que vc falou,. tudo é relativo. Para quem vai ver la de baixo passamos super rápido, mas p quem ta dentro, parece nem passar... Linda observação a sua!!!