janeiro 30, 2010

"Um dia, um momento é agora."



Passei um bom tempo me curando das feridas abertas pela vida.
Tentando cicatrizar o que há muito doía
E o que eu menos queria era ficar em um ambiente cheio de recordações...
Apaguei tudo aquilo que podia que fazia lembrar-me...

A cada dia o luto me atordoava mais...

Mas à medida que me machucava também me fortalecia.
Dois contrastes, duas causas, um objetivo... 
Errei... e como errei...
Tentando desesperadamente não sentir o que eu sentia...
Machuquei outras pessoas...
Esperando em vão o amanhecer...
Onde, na minha mente, seria a solução.
Afinal, nada como o amanhã para libertar o que tanto estava preso...

O tempo passou...

Os sentimentos foram mudando pouco a pouco.
As cicatrizes fechando...
E o recomeço estava por vir.
Paciência era o que eu precisava...

Paciência para encarar a vida de cabeça erguida.
Coragem para enfrentar os obstáculos que ainda iriam surgir.
E sabedoria para mudar...

Mas ainda não havia chegado à hora.

E mais um tempo passou...
Até que eu sonhei novamente...
Sonhei com um alguém que me fez sorri...
Que encheu meu coração de esperanças...
Que trouxe vida ao meu ser.

Então compreendi que o momento certo tinha finalmente chegado.

E que era hora de ser "feliz".
Transformando o dia, o momento... 
no agora.

E quando eu acordei...

Descobri que o meu amanhecer era não mais um sonho bom...
Enfim,
Agora, realidade...




Adaptado de: 
http://pattycrispa.blogspot.com/2010/01/um-dia-um-momento-e-agora.html

2 comentários:

Bruniele disse...

Adoreii...uau!!Lindíssimo!!adoro poemas assim!

Patrícia Crispim disse...

Priminho adorei a adaptação...
hehehehhee =D